Publicado em

A HISTÓRIA POR TRÁS DA ESTAMPA XADREZ

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A HISTÓRIA POR TRÁS DA ESTAMPA XADREZ

Clássica, a estampa xadrez é aposta certa para o inverno. Versátil, pode ser combinada para dar aquele “up” aos looks de frio: seja em um cachecol, casaco, calça ou até mesmo em um forro, ela sempre se sobressai.

Difícil é não gostar da estampa xadrez com tantas opções de uso!!

Então, que tal entender um pouco da história e conhecer quais os tipos existentes deste clássico da moda? Confira:

Origem:

Marcada por incertezas, a origem desta estampa data períodos a.c e pode ter sido utilizada como parte da indumentária Celta, segundo indícios de pesquisas arqueológicas;

Imagem: Seguindo os passos da história

Foi a partir do século XVII que o padrão, conhecido como Tartã, começou a se difundir na Escócia;
Os primeiros tartãs tinham cores obtidas por meio de corantes naturais, fato que deixava a padronagem com um aspecto sutil;
Originalmente o tecido do tartã tinha forma retangular não possuía costuras.

Conflitos e o Tartã:

Símbolo da identidade escocesa foi utilizado no uniforme dos rebeldes jacobitas,
Chegou a ser proibido pelo governo em 1746 com a lei do desnudamento;
Espalhou-se pelas terras baixas como símbolo da lealdade nacional escocesa;
Em 1781, desfeita às ameaças dos rebeldes jacobinos, o tartã voltou a ser aceito e a lei do desnudamento revogada.

Prestígio:

Houve um “renascimento” da cultura escocesa nos anos consecutivos, esta passando a ser retratada como gloriosa e contribuindo assim para a difusão do tartã na moda;
Em 1815 as padronagens do tartã passaram a ser registradas e identificadas.

 

Diferentes tipos de padronagens:

 

Tartã ou Tartan: Padronagem originária da Escócia, típica dos kilts escoceses.

 

Burberry: Super famosa, esta padronagem foi criada e patenteada desde 1924 pela grife britânica Burberry.

 

Madras: Padronagem originária da Índia com aspecto mais “delicado”, costuma apresentar mais cores e é comumente usada em tecidos mais leves e confortáveis.

 

Argyle: É o xadrez reconhecido pelas formas de losango, uma padronagem proveniente de região de Argyll, no oeste da Escócia. Muito usado em suéteres, meias-calças, coletes e cardigãs.

 

Vichy: Remetendo aos anos 50 e 60, esta padronagem de quadriculados pequenos pode ser encontrada em preto e branco como também em vermelho e branco. Delicada e retrô, é perfeita para compor looks descontraídos e românticos.

 

Buffalo Check: No mesmo padrão da estampa Vichy, porém com um ar mais “pesado” por misturar os tons de preto e vermelho. Muito utilizada em tecidos invernais como a flanela.

 

Glen Plaid ou Princípe de Gales: Originária da Escócia e popularizada pelo Duque de Windsor, é uma padronagem bastante comum na alfaiataria e no vestuário masculino apesar de ter o seu espaço também no guarda-roupa feminino.

 

Pied-de-poule e pie-de-coq: Padronagem clássica do inverno o “pied-de-poule” significa pé de galinha, enquanto o “pied-de-coq” pé de galo. Por isso que um possui as formas menores e o outro as formas iguais, porém, maiores.

Gostou da matéria? Então deixe seu comentário!

 

 

Autora:Diana Schneider

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

5 comentários sobre “A HISTÓRIA POR TRÁS DA ESTAMPA XADREZ

  1. Oi, gostei muito de seus artigos,bem informativos.
    Vou recomendar parabéns

    1. Obrigado Design de Estampas! 🙂

    2. Obrigado!!!! 🙂

  2. Seu post é simplesmente sensacional!! Já vi vários sites, mas nenhum é tão completo quanto o seu. AMEI!

    1. Obrigada! Que bom que gostou! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *